Mercado de imóveis de luxo cresce na crise

O mercado imobiliário tradicional sofre com a baixa devido à crise. Porém, dados do Secovi/SP apontam que a hora é propícia para fechar negócios de empreendimentos de luxo.

Executivos de grandes grupos imobiliários afirmam ter crescido 20% no ano passado. Isso se deve ao alto investimento de estrangeiros no Brasil, assim como ao desejo de brasileiros que residem no exterior de querer uma forma segura de garantia de patrimônio.

Acredita-se que o crescimento de vendas se deve à maior demanda dos consumidores “dolarizados”, bem como a oferta de imóveis deste perfil. Os interesses são, especialmente, na liquidez das propriedades e na oportunidade de ampliar o seu patrimônio.